Análise: (Des)encanto – Uma Princesa bêbada, seu “gato” falante e um elfo

Depois de nos apresentar um futuro caótico em Futurama e um presente mais caótico ainda em Os Simpsons Matt Groening vai para o passado e desvirtua completamente os conceitos de reino mágico e Princesa pacata como sua nova animação chamada (Des)Encanto.

Alcoólatra, boca suja e encrenqueira essa é Bean ou Princesa Tiabeanie Mariabeanie De La Rochambeaux Drunkowitz (como odeia ser chamada) a personagem central da trama, mas não vá achando que ela se resume as três “qualidades” citadas acima, Bean também é totalmente empoderada e independente a fazendo fugir dos padrões convencionais de uma Princesa mesmo que isso a coloque nas mais bizarras situações, mas como ninguém bebe sozinho nessa vida e é feliz Bean tem a companhia de outros dois amigos o Demônio Luci que constantemente é chamado por todos de “gato falante” além de ser chutado como ser desprezível e insignificante e por fim o Elfo chamado de…Elfo (sério o nome dele é Elfo) que cansou de viver no feliz e doce mundo dos Elfos e parte reino a dentro em busca de novas e incríveis experiências, então esse trio maluco vai se meter nas mais bizarras situações nesse reino desencantado.

A série tem uma pegada inicialmente leve que remete aos tempos de glorias de Os Simpsons com aquele humor ácido e sagaz porém isso é apenas nos dois primeiros episódios iniciais porque nos episódios seguintes a animação se torna um misto de Rick and Morty com Futurama, palavrões, nudez leve, violência explicita e consumo de “dorgas” coroam cada episódio e por falar em “dorgas” um ponto extremamente positivo de (Des)Encanto é a sua dublagem que é uma das mais zoeiras em anos depois de Yu-Yu-Hakusho, alguns memes que hoje em dia fazem parte do nosso cotidiano estão presente então se prepare para ouvir um: “Tá pegando fogo bicho !”, “Corta pra mim!” e “Morre Diabo !”.

Por fim (Des)Encanto é uma boa pedida para quem gosta de animações sarcásticas e divertidas a mesma se encontra completa na Netflix que fez para o lançamento um vídeo especial juntando a animação e uma música que combina perfeitamente com ela vejam a seguir:

Texto por: Bruno Fonseca