Mistérios Narrados: Lugares onde não ir #003 – São Paulo – Edifício Andraus

Hoje vamos conhecer o local onde aconteceu a primeira tragédia televisionada ao vivo pela TV brasileira. O Edifício Andraus.

Mistérios Narrados é uma série inspirada em creepypastas, contos, histórias e relatos, narradas e produzidas por Tiago Sousa. Lugares onde não ir 003: São Paulo – Edifício Andraus.

Narração e Produção: Tiago Sousa
Edição: Luciano Munhoz

Sinopse

Atenção: algumas descrições podem afetar ouvintes sensíveis.

Há lugares onde o ar parece ser diferente. Onde as luzes parecem iluminar menos e que olhos invisíveis te olham fixamente.

Muitos desses lugares são lugares abandonados, afastados de grandes centros urbanos ou quase desconhecidos.

Porém isso não é verdade. Grande parte de nós passa por eles todos os dias, muitos inclusive os visitam com frequência.

E é sobre esses lugares que vamos falar agora. Onde o sobrenatural está presente e as pessoas não fazem ideia.

Mistérios Narrados apresenta uma nova série:

Lugares onde você não deveria ir

Sobre este episódio

Olá estranho.
 
Bem vindo de volta.
 
O mundo do teatro é rechado de histórias incríveis. Histórias de aventura, drama, romance, comédia e… terror.
Mas algumas vezes essas histórias transcedem os palcos e vêem para o mundo real.
 
Dizem que todo bom teatro deve ter um lenda ou assombração. E obviamente, o Teatro Municipal de São Paulo não fugiria à essa regra.

Ouça também

Curtiu este conto? Ouça também a série Os Portadores, também produzida e narrada por Tiago Sousa, além de outros contos que você poderá conferir por aqui ou pelo feed do Papo de Louco:

Seja um padrinho:

Contribua para ajudar o Papo de Louco a crescer e receba acesso a conteúdos exclusivos, além de fazer parte do nosso grupo de mensagens no WhatsApp: https://www.padrim.com.br/papodelouco

————————————————————————–

Quer participar do programa ou mandar um feedback par nós?

Mande um email para: contato@papodelouco.com

Subscribe on iTunes
Subscribe on Android
Subscribe on Spotify

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *