GBG#127 – Barrage

Um juggernaut da escola italiana

Neste Gambiarra Board Games Gustavo Lopes e Carolina Gusmão falam sobre o jogo de tabuleiro Barrage, publicado no Brasil pela Galápagos Jogos, um dos episódios mais pedidos por vocês. Em um paralelo entre a energia elétrica estar cara e otimizar suas ações para gerar energia melhor do que a energia que chega na nossa casa, comentamos sobre a nossa experiência com o jogo dentro do nosso perfil individual, um pouco sobre a história do jogo no Kickstarter, além daquele muito mais.

Barrage

Edição: Gustavo Lopes
Capa: Gustavo Lopes

Nos destaques da semana: Bloodborne The Board Game, Mombasa. Review Retrô#066 – Obscurio

Formulário dos ouvintes: https://forms.gle/bdTcY7pCoP1shcuv5

Dica de loja para comprar seus jogos de tabuleiro no precinho: https://olhar.site/bravojogos-gustavosouzalopes-ihuq3

Sobre o jogo

Na década de 1930 distópica, a revolução industrial levou ao limite a exploração de recursos baseados em fósseis, e agora apenas energia hidrelétrica poderosa e ilimitada está disponível para satisfazer a sede de poder das máquinas massivas e progresso de engenharia imparável.

Barrage é um jogo de gerenciamento de recursos e posicionamento estratégico no qual os jogadores competem para construir suas barragens majestosas, aumentá-las para aumentar sua capacidade de armazenamento de água preciosa e fornecer toda a energia potencial através de túneis de pressão conectados a turbinas de energia. Cada jogador representa uma das empresas internacionais que estão reunindo máquinas, patentes inovadoras e engenheiros brilhantes para reivindicar os melhores locais para capturar e explorar o poder da água de uma região alpina disputada atravessada por rios.

Barrage inclui dois mecanismos inovadores e desafiadores. Primeiro, a roda de construção tem que ser gerenciada por jogadores para planejar cuidadosamente suas ações e lidar com suas máquinas, uma vez que tanto os seus tokens de ação quanto os recursos são armazenados na roda e voltam somente após a rodada completa da roda. Quanto mais você construir e executar a manutenção em sua roda, mais cedo os recursos e ações retornarão a você.

Em segundo lugar, o fluxo de água nos rios representados na placa é um recurso compartilhado e contestado. Os jogadores têm de interceptar e armazenar o máximo de água possível, construir barragens (as barragens a montante são caras, mas podem bloquear parte da água antes de chegar às barragens a jusante), elevar suas represas para aumentar a capacidade e construir longos túneis para desviar água para suas casas de força. A água nunca é consumida – seu fluxo é usado apenas para produzir energia – e liberada nos rios, então você tem que posicionar estrategicamente suas represas para recuperar a água desviada por você e por outros jogadores.

Em cinco rodadas, os jogadores devem cumprir os requisitos de energia representados por uma faixa de poder competitiva comum e atender a solicitações específicas de contratos pessoais. Ao mesmo tempo, ao colocar um número limitado de engenheiros, eles tentam aumentar suas máquinas para adquirir novas e mais eficientes ações de construção e para construir e ativar edifícios de efeitos especiais exclusivos para personalizar sua própria estratégia de desenvolvimento.

Fonte: https://www.ludopedia.com.br/jogo/barrage

Veja mais!

Se liga nas fotos do jogo no Instagram do Gambiarra Board Games e não esquece de seguir a gente por lá para conferir as fotos que tiramos dos demais jogos e muito mais: @gambiarraboardgames

Links sobre o jogo:

Ouça também

Seja um Padrinho

Agradecimento aos Padrinhos:

  • Brendo Marinho; Cleiton Medeiros; Dalton Soares; Debersom Nascimento; Diego Silva; Diego Cruz; Fabiana Gonçalves; Gustavo Leitão; Jhonas Gama; Jota (João Paulo); Pensador Louco; Rebeca Serra; Rhuan de Oliveira; Ricardo Orosco; Sebastião Nunes; Thiago César; Vitor Campoy

Contribua para ajudar o Papo de Louco a crescer e receba acesso a conteúdos exclusivos, além de fazer parte do nosso grupo de mensagens no WhatsApp: https://www.padrim.com.br/papodelouco

Apoio

  • Acessórios BG: A Acessórios BG é uma empresa de impressão 3D que fabrica acessórios e componentes para board games sob demanda, procurando sempre criar seus produtos para ter um catálogo único! https://www.acessoriosbg.com.br/
  • Board Games São Paulo (BGSP): O Grupo BoardGames São Paulo foi criado em 2015 com a proposta de reunir os jogadores de hogos de tabuleiro moderno do estado de São Paulo e principalmente na capital. Como uma oportunidade mais ampla de atingir esse objetivo, iniciaram organização de Eventos na cidade de São Paulo e hoje o encontro é um dos maiores eventos mensais de board games do Brasil. Atualmente, ocorre na Game Vault, no endereço Rua das Azaléas, 138 – Mirandópolis, São Paulo – SP. https://boardgamessp.com.br/
  • Boards & Burgers: Canal e evento do Sandro Campagnoli parceirasso do nosso podcast, sobre jogos de tabuleiro com um conteúdo extremamente exclusivo. Quem não conhece não está ouvindo nosso podcast direito: https://www.youtube.com/boards&burgers
  • Bravo Jogos: Loja de jogos de tabuleiro excelente da região do Grande ABC, sempre com preços e condições top do mercado. Acesse por esse link de parceiro e ainda dê uma força para o GBG. https://olhar.site/bravojogos-gustavosouzalopes-ihuq3

Se você é uma editora, lojista ou possui um negócio relacionado a board games e tem interesse de se tornar um parceiro do Gambiarra Board Games, entre em contato conosco.

—————————————————————————

Quer participar do programa ou mandar um feedback para nós?

Mande um email para: contato@papodelouco.com

Siga o nosso Feed no seu agregador de podcasts ou utilize um dos links abaixo!

Subscribe on iTunes
Subscribe on Android
Subscribe on Spotify

Deixe um comentário