Papo de Louco #191 – Filosofia de Boteco

Penso, logo, bebo e insisto em filosofar.

Neste Papo de Louco, vamos filosofar… ou não.

Edição: Luciano Munhoz
Capa: Luciano Munhoz

Se você gostou desse cast, deixe uma mensagem aqui nos comentários ou nos envie um e-mail. Não deixe de acompanhar o Papo de Louco em nossas redes sociais como o Twitter, Facebook e Instagram e espalhe o Wololo por aí.

Você sabe o que é Wololo?

Wololo é uma palavra usada pelo Monge/Sacerdote da série de games de estratégia histórica Age of Empires. Quando este usava suas habilidades especiais, convertia soldados dos adversários para o seu time.
Nós do Papo de Louco encorajamos nossos ouvintes a fazerem parte da Campanha do Wololo do Papo de Louco.
Apresente este cast para um amigo e torne-o mais um soldado de nosso exército.

Ouça também

Papo de Louco #092 – Sistema Governamental do PDL

Papo de Louco #086 – Cinema em Casa

Seja um padrinho

Contribua para ajudar o Papo de Louco a crescer e receba acesso a conteúdos exclusivos, além de fazer parte do nosso grupo de mensagens no WhatsApp: https://www.padrim.com.br/papodelouco

————————————————————————–

Quer participar do programa ou mandar um feedback para nós?

Mande um email para: contato@papodelouco.com

Um comentário em “Papo de Louco #191 – Filosofia de Boteco

  • 8 de março de 2021 em 10:42
    Permalink

    a) A teoria do Gustavo sobre bebês sugarem as almas e só assim evoluem faz sentido. Perceba que por trás de crianças/pessoas que evoluíram há sempre um pai meio abalubé das ideias. O coitado do LaVar Ball tem 3 filhos prodígios no basquete e é completamente fora da casinha, o coitado foi sugado pelas próprias crias. O contrario também é valido: O Fábio Jr continua com uma voz e corpinho de 30, e o Fiuk, no auge da incompetência no papel de dementador do seu pai, tá com 30 e aspecto de drácula (talvez seja o cigarro? talvez. mas ai é vc querendo derrubar a teoria, não faça isso).

    b) O Gato de Schrodinger: tem o ponto da carne de schrodinger. Cada restaurante interpreta o ponto+/ponto- do jeito que bem entende, não existe um padrão claro. Então até que vc corte sua carne ela está bem passada e mal passada ao mesmo tempo

    c) Dilema do Trem: Eu sou fraco, não conseguiria empurrar o gordão

    d) Paradoxo do avô: É por isso que ainda não existe viagem no tempo, porque sempre que alguém volta no tempo, ela muda as linhas que desencadeiam ela voltar no tempo, tornando a viagem no tempo inexistente. Ja existiram milhares de viagens no tempo e ao mesmo tempo nunca existiu nenhuma. A viagem no tempo de schodinger.

    e) ainda sobre viagem no tempo e linhas temporais, indico aqui dois filmes de baixíssimo orçamento mas que tratam com maestria do tema: Coherence (coerência) e Primer. Assistam, vale muito a pena. Disponíveis na sua locadora torrent mais próxima

    f) Filosofia de boteco adicional: Teoria do macaco infinito. Imagine um macaco, digitando caracteres aleatórios num documento em branco no google docs (pra ele não precisar salvar, seria exigir demais), por infinito tempo. Em um determinado tempo X você conseguirá recortar um trecho do documento escrito pelo macaco e será exatamente o texto de Hamlet, na íntegra. Agora imagine uma sala infinita com infinitos exemplares desse mesmo macaco, um deles escreverá, de primeira Hamlet, totalmente por acaso. no fim das coisas o teorema parece absurdo, mas ele so quer dizer uma coisa: INFINITO É COISA PRA CACETA

    Desculpa o Grande texto, prometo nos próximos ser mais sucinto

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *